Dicas - VACINAÇÃO DOS GATOS

Assim que você comprar ou ganhar um gatinho, convém levá-lo ao Médico Veterinário para uma avaliação geral. Enquanto seu animalzinho não estiver com as vacinas em dia tome cuidado para que ele entre em contato apenas com animais saudáveis e, quando levá-lo na clínica veterinária mantenha-o no colo e distante dos outros gatos. Quadro de vacinação em Gatos 60 dias de idade Vacina quintupla - 1ª dose 90 dias de idade Vacina quintupla - 2ª dose 120 dias de idade Vacina quintupla - 3ª dose 1 semana após a aplicação da 3ª dose da quintupla Vacina Anti-Rábica OBS: O reforço da vacina tríplice e Anti-rábica deve ser anual. Veja a seguir as doenças, que são evitadas com a vacinação, e os seus sintomas. Ao menor sinal leve o seu gato a um Médico veterinário, somente ele é capaz de avaliar, diagnosticar e tratar uma doença. PANLEUCOPENIA (FPL):doença viral, comum, séria e altamente contagiosa. É transmitida pelo contato com animais doentes ou objetos contaminados (cama, vasilha de alimentos, etc). Tem como sintomas: febre, perda de apetite, vômitos e diarréia. RINOTRAQUEITE (FVR): doença viral, altamente contagiosa, sendo responsável por quase a metade dos casos de infecções respiratórias. Em filhotes, a mortalidade pode atingir 50% a 60% dos animais. Tem como sintomas: espirros, secreção nasal, febre, conjuntivite, salivação e anorexia. CALICIVIROSE (FCV): Séria infecção respiratória. É comum ser simultânea com a rinotraqueíte felina. Infecta as membranas da mucosa oral e causa úlceras na língua. Apresenta sintomas de febre, inapetência, descargas nasais e salivação. RAIVA: Doença que pode ser transmitida ao ser humano. Sua Transmissão se dá pela saliva contaminada de um animal principalmente através de uma mordida. Não a cura e a eutanásia é obrigatória.Tempo de encubação: pode aparecer de 10 a 90 dias. Sintomas: quadro clássico de fúria, irritabilidade, vocalização, inquietação e agressividade, entre outros. LEUCEMIA FELINA: É um vírus que pode causar uma neoplasia (câncer), é transmitido de gato para gato por contato direto ou congenitamente e está presente na saliva. Gatos podem apresentar infecções subclínicas e desenvolver imunidade ao vírus ou se infectar de forma persistente. Problemas e sinais clínicos: normalmente, a doença é marcado por anemia, letargia e disfagia, o linfossarcoma no mediastino pode causar dispinéia, disfagia deslocamento do esôfago e orgãos torácicos. Na sua forma abdominal causa freqüentemente enterites e a síndrome da mal absorção, uremia (rins), nos fígados causa principalmente icterícia. E na forma multi focal os dados são quase irreversíveis onde se espalha pelo corpo todo, podendo até atingir o canal medular (espinha). Diagnóstico: exames histológicos ou citológicos de tumores nos órgãos afetados, o exame hematológico pode auxiliar também no diagnóstico. Profilaxia: vacinação, controle e eliminação de gatos doentes ou positivos. O tratamento é a base de quimioterapia intensa. CLAMIDIOSE: É uma ZOONOSE e isso significa que os humanos também podem se infectar. É muito contagiosa e transmitida de um animal para outro ou por contato com materiais ou objetos contaminados. Sintomas: congestão ocular, aumento do lacrimejamento, febre, rinite, espirros, prostração e inapetência.